História

História

O LAR ASSISTENCIAL SÃO BENEDITO, associação sem fins lucrativos, foi fundada em 03 de Agosto de 1984, pelo Padre Luiz Sergio Pacheco do Nascimento. Inicialmente sua finalidade era de prestar assistência maternal, a infância, educacional e social, de forma gratuita, razão pela qual, se criaram três Creches para atender a demanda, em parceria como município. Além das creches, instalou-se um Asilo,que à época, atendia em torno de 30 idosos. Diante das disposições estatutárias, o visionário Pe. Sergio, enxergando a necessidade da população carente de Francisco Morato, instalou na Rua Otávio Mendes, centro da cidade de Francisco Morato, um ambulatório médico, com atendimento de clinico geral, ortopedia e cardiologia, fato que se deu em outubro de 1985, dando inicio assim ao tão sonhado Hospital Santa Casa de Misericórdia de Francisco Morato. Mas as necessidades eram maiores. 

Não havia maternidade na cidade e por essa razão, em meados de 1986, através da doação pela Prefeitura Municipal de Francisco Morato de um terreno de mais de 8.000,00 M2, localizado na Rua dos Cravos, Vila Espanhola, deu-se inicio a edificação do prédio do Hospital Santa Casa de Francisco Morato, com 4.000,00M2. Com muita luta e determinação o  Pe. Sergio conseguiu inaugurar em 30 de julho de 1990, a nova sede da Santa Casa de Misericórdia de Francisco Morato, onde funciona até hoje o hospital. O padre Luiz Sergio era o  Provedor da Instituição, cargo que ocupou até sua morte em junho de 1993, tornando-se um grande exemplo para todos nós. Praticamente doações que subsidiavam o custo do hospital eram por ele angariadas, tanto junto ao Poder Público como na iniciativa privada. Após a sua morte, a   Entidade foi presidida por diversas diretorias e passou a ter enormes dificuldades financeiras, o que acarretou  em janeiro de 1997 a intervenção pela Prefeitura Municipal. As creches e o asilo da Entidade foram extintos e a Santa Casa atendia precariamente.

Em junho de 1998 os sócios da entidade se organizaram e elegeram uma nova diretoria, quando então o poder público municipal cessou a intervenção. Ocorre, que, muito embora toda a diretoria estivesse empenhada em dar continuidade aos serviços prestados, tal fato se tornou impossível, face ao grande passivo que a entidade possuía e , por essa razão, ocorreu a segunda intervenção municipal, que perdurou de janeiro de 2001 à setembro de 2007. Em Outubro de 2009, a diretoria decidiu encerrar o atendimento da maternidade. Tal decisão se deu por conta de que o repasse financeiro para a contraprestação do serviço não fazia frente a grande despesa absorvida para a sua execução. 

A Entidade então, nesse período, passou a atender o Pronto Atendimento para o município, além de internações de clínica médica e pediatria, realiza cirurgias de baixa e média complexidade e é referência regional para vasectomia e laqueadura. Hoje, o atendimento da Santa Casa de Francisco Morato, mantida pelo Lar Assistencial São Benedito, está sendo administrado por sua diretoria, legitimamente eleita. De maio de 2009 até a presente data a entidade conseguir adimplir com todo o passivo trabalhista e aderiu ao Programa denominado PROSUS do Governo Federal, onde obteve a moratória de todo seu passivo fiscal e tributário e  está adimplindo com as prestações  FGTS, contando com recursos próprios.

Hoje a Santa Casa conta com 180 funcionários, exercendo suas funções nas dependências da Santa Casa, entre recepcionistas, portaria, enfermagem, limpeza, lavanderia, passadeira, nutrição e setor administrativo e 40 médicos plantonistas em regime de plantão de 12 horas por dia. 

ESTRUTURA FÍSICA/ NÚMERO DE ATENDIMENTOS 

Contamos com 4.000,00 M2 de construção, possuindo quatro salas de Centro Cirúrgico, totalmente equipadas, quatorze consultórios, salas de observação clinica e pediátrica, sala de sutura, sala de Eletrocardiograma, Emergência com dois leitos, sala de inaloterapia, sala de acolhimento, oitenta e quatro leitos cadastros no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, dos quais trinta e cinco são disponibilizados ao Sistema Único de Saúde, através do Município de Francisco Morato,

Atendemos em média 600( seiscentos) pacientes/dia em Pronto Atendimento, totalizando 18.600 pacientes/mês e 223.200 pacientes/ano, através de convênio com SUS Municipal.

Realizamos 80 cirúrgias de laqueadura/mês e 80 cirurgias de vasectomia/mês.

Possuímos atendimentos particular, a preço social,  nas especialidades de:

Cardiologia

Clinico Geral

Dermatologia

Endocrinologia

Fisioterapia Convencional e Neurológica

Gastroentorologia

Ginecologia e Obstetricia

Hematologia

Neurologia Adulto

Neurologia Infantil

Nutricionista

Oftalmologia

Ortopedia

Psicologia

Psiquiatria

Proctologia

Vascular 

INSERÇÃO NO SISTEMA SE SAÚDE LOCAL: 

A SANTA CASA hoje é responsável pelo atendimento de urgência/emergência e pronto atendimento, para atendimento da demanda de uma população em torno de 200 mil habitantes, que na grande maioria não possui plano de saúde.  Hoje a SANTA CASA atende em média 600 pessoas por dia, sendo na maioria apenas para consulta e medicação. A demanda das consultas é espontânea, somente o serviço de transferência, avaliações, exames específicos, são referenciados através da Central de Reguladora de Oferta de Serviço de Saúde- CROSS. 

Em Setembro de 2016, inaugurou o atendimento de serviços de especialidades médicas e exames de mamografia e ultrassonografia a preço social e com o recurso auferido com esses serviços vem tentando sua auto-sustentabilidade. 

A Diretoria eleita em 2012, reformou todo o prédio que abriga o hospital,  iniciando a reforma pelo andar superior e clinicas médicas e agora  e atualmente iniciou a  reforma e adequação do espaço de recepção, consultórios, cozinha, emergência, enfim, todo o andar inferior, com a instalação de plataforma de acessibilidade, atendendo de forma geral mas normas legais.

 

Missão

Sua missão é promover a saúde através de assistência, visando a melhoria da qualidade de vida, com responsabilidade social e filantrópica 

Valores

Respeito ao ser humano

Valorização dos colaboradores

Misericórdia

Atendimento humanizado

 Responsabilidade social

Voluntariado